Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

  

 

Planeta Criança



Poesia & Contos Infantis

 

 

 


LANÇAMENTOS & NOVIDADES
LANÇAMENTOS & NOVIDADES

                                            

                                                                                                       

                                                                                                                                                  

 

 

 

 

 

 

 

 

        

 

 

 

 

   

 

 

 

 

   

 

Click e veja todas as Trilogias e Séries Literárias

 

 

 

 

       

       

       

                              

 

Tenha acesso aos 1.192 livros de nosso sebo virtual

 

 

 

 

 

 

 

 

Perdido numa medonha selva, Dante vaga por ela durante toda a noite. Ao amanhecer, deixando-a, começa a subir por uma colina. Súbito, atravessam-lhe a passagem uma pantera, um leão e uma loba, e o afastam para a selva. Então, aparece-lhe a imagem de Virgílio, que o reanima e oferece-se a tirá-lo da selva, fazendo-o passar pelo Inferno e pelo Purgatório. Depois, Beatriz o conduzirá ao Paraíso. Dante o segue.

Ergui os olhos e vi, iluminando as encostas da colina, o planeta que sempre indica o bom caminho; isso fez diminuir o assombro que durante aquela angustiante noite turvara o lago do meu coração. Como o náufrago que, mesmo salvo das bravias ondas, fita o ameaçador mar no qual se agitara, assim meu ânimo, tremendo ansioso, pôs-se a remirar o espaço percorrido, que nenhum homem jamais cruzou ileso. Depois de dar algum descanso a meu corpo lasso, segui viagem pela subida deserta, firmando bem, em cada passo, o pé mais baixo.

Iniciava a subida, e subitamente surgiu, ágil e veloz, uma pantera de pele matizada. A fera não me perdia de vista; e de tal modo obstava minha caminhada que muitas vezes desejei retornar. No firmamento a aurora já brilhava; o sol se alçava, cercado de astros... com ele criados quando o divino Amor deu vida aos céus. O movimento dos astros, a hora amena e o dorso vivaz e variegado da fera infundiram-me esperança. Mas o horror acossou-me mais uma vez o peito: vi-me diante de um enorme e ferocíssimo leão ... tão feroz que parecia atemorizar o próprio ar. Surgiu depois uma loba muito mirrada e ameaçadora; ela guardava as ambições sórdidas que levaram muitos homens à miséria. Dominado pelo medo que seu terrível aspecto me infundia, acreditei que não seria capaz de chegar ao alto da colina ... e nisso assemelheime ao homem que, visando em tudo apenas o lucro, explode em prantos se perde em vez de ganhar. A fera levou-me a agir assim; arremetendo contra mim, obrigou-me a recuar para o lugar onde não havia sol ... o vale do qual eu saíra. Enquanto aos tropeções eu caminhava, espezinhado pela fera, vi alguém mover-se perto de mim; de sua boca som nenhum saía...

 

Leia todo o livro clicando aqui ou na imagem da capa